FOTO: FOX

Por: Bruno Carvalho

Revista acusa Charlie Sheen de ter violentado o ator mirim Corey Haim

As semanas que seguiram os escândalos sexuais envolvendo Harvey Weinstein, Kevin Spacey e muitos outros trouxeram à tona casos de abuso, assédio e até estupro envolvendo diversos nomes importantes de Hollywood e a lista já inclui nomes como Danny Masterson, Jeremy PivenEd Westwick e Robert Knepper.

Hoje a revista National Enquirer, que é um notório tabloide sensacionalista – vale apontar -, afirma que após uma investigação extensa, descobriu o nome do ator que violentou o então astro mirim Corey Haim: Charlie Sheen.

Haim, ao lado do amigo Corey Feldman, alegam terem sido vítimas de abuso sexual durante a infância e adolescência trabalhando em Hollywood. Feldman recentemente lançou uma campanha para ajudar a desmantelar a rede de “pedofilia” que está instaurada na indústria. Seu relato fez com que a Polícia de Los Angeles abrisse hoje uma extensa investigação acerca das alegações do ator.

Falecido aos 38 anos por complicações de uma pneumonia, Haim passou a vida sob a dependência de drogas que acabaram com sua proeminente carreira.

A revista afirma que o colega de Haim no set do filme A Inocência do Primeiro Amor (Lucas, 1986), o ex-ator Dominick Brascia, contou que sabia do caso. Brascia conta que “[Haim e Sheen] fumaram maconha e fizeram sexo, e que depois Sheen passou a rejeitar o garoto”. Charlie Sheen tinha 19 anos à época e Haim, 13.

Brascia ainda diz que Haim e Sheen voltaram a ter relações quando o primeiro já tinha 20 anos durante as filmagens do filme Wall Street.

A publicação alega que checou a história com outros amigos e conhecidos de Corey Haim ao longo de uma investigação de 5 anos que seguiu a trágica e prematura morte do ator. O respeitado The New York Times já havia relatado na matéria especial intitulada “O inferno infantil dos Garotos Perdidos” os casos de abuso sofridos por Haim e Feldman, porém sem citar nomes.

Em sua biografia, o colega de Haim Corey Feldman (Os Goonies) escreveu o seguinte trecho:

“Durante as filmagens, Haim contou que um homem adulto o convencera de que era perfeitamente normal que homens mais velhos e garotos no meio artístico mantivessem relações sexuais e que era ‘o que todos faziam’.”

Feldman também contou no livro que os encontros de Corey Haim com o outro ator acontecia entre trailers, mas nunca mencionou o nome de Charlie Sheen. Em 2011, contudo, Corey Feldman disse numa entrevista:

Eu nunca gostei de Charlie Sheen, especialmente pela forma que ele afetou outras pessoas que eu conheço”

Na mesma oportunidade, ele revelou que “[Corey] Haim lutou sua vida toda para se recuperar das experiências que teve nos primeiros anos de sua vida”.

O jornal lembra que Dominick Brascia também foi acusado de manter relações sexuais com Corey Haim, que foram veementemente negadas à publicação.

O ator de Two and a Half Men acumula uma grande lista de acusações e condenações de violência doméstica, sexual, destruição de propriedade e sexo com menores, esta última relatada por sua ex-mulher, a atriz Denise Richards. Um desses relatos, inclusive, está disponível no processo de divórcio do casal:

FOTO: FóRUM DE LOS ANGELES

Charlie Sheen já havia se pronunciado sobre suas supostas relações com Corey Haim em múltiplas ocasiões, tendo negado todas elas.

Hoje ele negou veementemente as acusações, através de sua assessoria.

Uma resposta para “Revista acusa Charlie Sheen de ter violentado o ator mirim Corey Haim”

  1. Dalson Ricardo Cardoso disse:

    A tradução do texto via google tradutor pra galera que não manja de inglês:

    INCIDENTES MAIS RECENTES
    INCIDENTE DE DEZEMBRO DE 2005
    Em dezembro de 2005, o entrevistado e eu fizemos férias com o entrevistado durante esta viagem e tentamos entender por que o entrevistado estava participando de certas atividades, que eram repulsivas para mim e para convencê-lo a buscar ajuda por causa de nossa crianças. Antes de nossa viagem, eu aprendi que o entrevistado estava acessando sites de pornografia gay que achei ainda mais perturbador porque senti que os meninos pareciam menores de idade. Desejo discutir esses problemas com ele. No entanto, como visto abaixo, isso não ocorreu. O inquirido começou a apostar no computador do hotel, apostas desportivas, o entrevistado se recusou a sair do nosso quarto, exceto duas vezes, porque ele era viciado na televisão. O que ele usou para acessar as apostas on-line. Eu adiciono,
    Declaração de Denise Richards.

Deixe um comentário

TOP.05
ss