FOTO: REPRODUçãO

Por: Bruno Carvalho

Falamos com BoJack Horseman, o astro da nova série da Netflix!

bojackentrevista

O Ligado em Série já entrevistou muitas personalidades reais como Eric Dane, Jack Bender, Mark Gatiss, Steven Moffat, Peter Capaldi, Jenna Coleman, Aziz Ansari, Michael J. Fox, Taylor Schilling, Jason Bigs, Freddie Highmore, a turma de The Big Bang Theory, Game of Thrones etc., mas nunca entrevistamos um personagem tão animado e decadente como BoJack Horseman (voz de Will Arnett, Arrested Development).

Ele foi a estrela lendária de um seriado de comédia de sucesso nos anos 90 chamado Horsin’ Around e agora procura uma saída para sua baixa autoestima, para seus problemas regados a uísque e suas relações fadadas ao fracasso. Com a ajuda e seu amigo humano Todd (voz de Aaron Paul, de Breaking Bad) e sua agente e também ex-amante, a Princesa Caroline (voz de Amy Sedaris), BoJack está preparado para deixar novamente sua marca no mundo do entretenimento.

Não antes, ele “sentou” com o Ligado em Série para falar um pouco de sua carreira num papo pra lá de bizarro e descontraído, assim como na série da Netflix. Olha que louco ele:

Ligado: Vamos começar com a sua história. Como você foi abordado para fazer este projeto? Conta pra gente um pouco sobre a trajetória de sua carreira.

Ah, entendi. Eu falo sobre minha carreira, e aí você não precisa fazer pesquisa nenhuma. Espertinho. Bem, não vou fazer o seu trabalho. Seja um jornalista de verdade, gaste um pouco da sola do sapato e converse com umas fontes, beleza?

Ligado: Opa, OK! Então fale um pouco sobre seu relacionamento com Diane.

Diane é uma pessoa que não é famosa e que está escrevendo minhas memórias como ghost-writer. Não, não é isso. Eu estou escrevendo minhas memórias, não preciso de ghost-writer. Ela só está ajudando. Na verdade, eu não preciso de ajuda. Diane é só uma pessoa. Uma pessoa que vem em casa às vezes, quando estou escrevendo meu livro. Por que estamos falando da Diane? Eu que sou o famoso. Você faria uma pergunta sobre Diane se eu fosse Billy Bob Thornton?

BoJackHorseman-DestaqueFOTO: NETFLIX

Ligado: E o Todd Chavez. Pelo sobrenome, presumimos que ele seja hispânico ou latino-americano, mas ele não tem sotaque. Por quê?

Sinceramente, Todd é um mistério para mim. Um dia, ele apareceu em uma festa lá em casa e nunca mais foi embora. Eu não sei de onde ele é e, para falar a verdade, não estou nem aí. Talvez seja da América Latina, talvez seja de Connecticut. De qualquer forma, ele é minha rocha. Quero dizer, ele é uma pedra no meu sapato.

Ligado: O que você acha que o público vai aprender de novo a seu respeito no decorrer da série? Qual é a opinião mais equivocada sobre você?

A opinião mais equivocada sobre mim é que eu seja totalmente centrado e igual a uma pessoa comum. Não vou cansar de dizer: não tenho NADA de normal. SOU UMA CELEBRIDADE. TENHO UMA PISCINA.

Ligado: Há alguma mensagem que você queira deixar pra quem vai assistir a BoJack Horseman?

A mensagem que quero que as pessoas entendam é: “Vou querer comprar produtos licenciados do BoJack Horseman!”

Ligado: Qual seria o seu conselho para atores aspirantes, que saem do Brasil e vão para Hollywood em busca do sonho americano? O que eles devem buscar? Do que devem se afastar?

Meu conselho para os jovens atores brasileiro é: não seja bom demais como ator ou eu vou ficar sem emprego! Peraí, isso vai soar racista? Parece que estou acusando os brasileiros de roubarem nossos empregos? Deixe claro que estou falando isso no sentido não-racista. Adoro os imigrantes e sou a favor de que peguem todos os empregos que conseguirem aqui na terra das oportunidades. Desde que não seja o meu. 

Ligado: Se pudesse voltar aos anos 90, que você conselho ofereceria ao jovem BoJack?

“Olho no ouro, Ponyboy.” É uma frase que eu inventei. Significa: fique rico. 

Ligado: Qual sua série favorita na Netflix?

Tem Horsin’ Around na Netflix?

Ligado: Qual ator de séries você mais admira hoje?

Eu, BoJack Horseman. Sou o máximo.

Ligado: Na série vemos que você gosta muito de uísque. Até demais, diríamos. Como você sabe quando já bebeu demais num só dia?

O único jeito de saber se você bebeu demais é quando não sobra nada para beber porque você já bebeu tudo, e aí você precisa sair e comprar mais.

Ligado: BoJack, você fez uma série de muito sucesso nos anos 90. Você diria que aqueles foram os melhores anos de sua vida ou está mais interessado no presente?

Não vou dizer que o melhor já passou, se é isso que você está querendo. Tenho só 50 anos, então ainda mais uns outros 50 pela frente? Quanto tempo vive um cavalo?

Ligado: Qual a sua opinião sobre essa obsessão das estrelas de Hollywood para ter um corpo perfeito?

Acho que é uma das coisas mais nojentas do meio. Todos devem ter um “corpo de praia” perfeito, uma “ótima personalidade” e não podem “ir bêbados demais às entrevistas”, “maltratar os empregados” nem “mandar mensagens no celular enquanto dirigem”.

Ligado: Como você lidou com a intrusão da mídia em sua vida?  Qual o impacto dos celulares com câmera e das redes sociais pra você que estourou quando nada disso existia?

Ai, celular com câmera. Só tem uma coisa pior do que acordar e descobrir que um mané publicou uma foto sua na internet que virou viral: acordar e descobrir que você, bêbado, publicou uma foto sua na internet e ela virou viral.

Ligado: Você acha que há vantagens em ser um cavalo em comparação a outro animal ou um humano, em termos de trabalho, mulheres, fama etc.?

Acho essa pergunta ofensiva. Você perguntaria a um humano se é vantajoso ser humano? Exijo que me levem a sério. Sim, sou um cavalo, mas o mais importante é que sou um cavalo muito famoso.

Ligado: A série Horsin’ Around fez muito sucesso internacional? Nunca ouvimos falar dela aqui. Quais as diferenças entre a primeira e essa nova, na Netflix? Você acha que ela vai agradar aos fãs de outros países?

Amo todos os meus fãs internacionais. Exceto a Rosalita. Ela sabe o que fez.

Ligado: Você poderia mandar um oi para os fãs do Brasil?

Oi! Meu nome é BoJack. Oi! Obrigado a todos os fãs! Vocês são os melhores! Muito melhores! Muito, muito obrigado! Vocês são os números um! Vocês são os máximos dos churrascos. Vocês são quatro? Vocês são cinco? Não! Vocês são dez! Dez de dez! É nóis! Muito muito muito muito muito muito muito pouquinho. Vovó viu a uva! O livro está em cima da mesa. Ciranda, cirandinha, Vamos todos cirandar! Vamos dar a meia volta, Volta e meia vamos dar.

Vale lembrar que a série BoJack Horseman já está renovada para a segunda temporada pela Netflix. Assista ao trailer abaixo:

Deixe uma resposta

ss